7.20.2010

A Perda de um filho

Dizem que a maior dor que existe, e a dor da perda de um filho. Eu ja sofri 3 abortos espontaneos, e se ja foi dificil para mim, nao consigo nem imaginar como e... Minha avo sabe, pois ela perdeu a minha mae. Se perder um parente proximo e dificil, imagina um filho, onde a ordem natural das coisas sao invertidas.... Nao ha o que dizer.

Hoje vi a triste noticia da morte do filho, de 18 anos, da Cissa Guimaraes. Nao importa a idade, e triste anyway. Ele andava de skate em um tunel, fechado para manutencao. Apesar de achar arriscado andar a pe, de skate, ou de bicicleta, em tunel (aberto ou fechado), nada justifica. Acho perigoso pois os motoristas nao respeitam , e sempre tem um louco andando por ai. No caso, motoristas resolveram fazer racha. Infelizmente, chegou a hora deste rapaz.

Morando fora, vejo o quanto os motoristas, principalmente no Brasil (falo mais de Sao Paulo) sao super desrespeitosos com pedrestres. Eu mesma ja fui quase atropelada por carros que nao pararam no farol (meu marido me puxou pela camisa com forca!) eu que resolveram nao respeitar a faixa de pedrestre em uma rua tranquila quando uma mae atravessava com um carrinho de bebe ( eu passeando com a B.). No meu caso, estes fatos aconteceram em um bairro nobre de Sao Paulo, perto de um famoso hospital.... Ou seja, acontece em TODO lugar!!!

Nao confiem nos outros ao dirigir, atravessar uma rua, atravessar um farol. Para que tragedias como estas, diminuam a cada dia... Minhas oracoes estao nao so com o rapaz que se foi, mas com a familia que fica.

A famous actress in Brazil just lost her s18-year-old son. I always heard that the pain of loosing a child is the worst. I am praying for him, and for the family.... 

3 comments:

  1. É isso mesmo amiga, a vida é o bem mais valioso que possuimos.
    super beijo

    ReplyDelete
  2. Paty eu fiquei abismada com a notícia! que coisa mais triste né? Realmente o trânsito, as pessoas, estão cada vez mais malucas.
    bjinhos

    ReplyDelete
  3. Oi, Paty!
    Muito triste esta notícia, e na hora em que ouvimos nos reportamos a eventos em nossa própria família. Meu irmão morreu já faz bastante tempo e minha mãe, às vezes, demonstra não ter se recuperado. Como tenho uma sobrinha que ocupa deliciosamente a vida dela, ela consegue ver a falta do Guilherme com algum distanciamento. Espero que Deus proteja a Cissa e dê a todas as mães, como nós, alento e fé.
    Bj
    Sheila

    ReplyDelete

Obrigada pelos seus comentários! Thank you for your comments!